Atenção à vítima de violência sexual

Compartilhe:

A Federação Internacional de Ginecologia e Obstetrícia (FIGO) aprovou resolução na Assembleia realizada em Copenhague, em 1997. Conforme Faúndes et al.,: “A Resolução reconhece a violência contra a mulher como um problema grave e recomenda que ginecologistas e obstetras: eduquem-se, assim como outros profíssionais de saúde quanto à extensão, tipos e consequências da violência contra as mulheres; melhorem sua capacidade de identificar as mulheres que sofrem violência e provejam aconselhamento, apoio e tratamento apropriados; trabalhem, junto com outros grupos, para entender o problema e documentar as determinantes desta violência e suas danosas consequências; ajudem nos processos legais em casos de agressão sexual e estupro, por meio de documentação cuidadosa das evidências no exame da vítima e dêem apoio a todos os que trabalham para acabar com a violência contra a mulher, a família e a comunidade”.

Baixe o PDF aqui.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Iniciar conversa
Olá! Podemos ajudar?
Olá! Podemos ajudar?