Febrasgo alerta sobre baixa adesão da vacina contra HPV

Compartilhe:

A Febrasgo chama a atenção para as mulheres que ainda não se vacinaram contra o HPV (Papilomavírus Humano) quanto à importância dessa imunização para a prevenção do câncer de colo de útero. Um estudo realizado pela empresa Famivita, divulgado neste mês outubro, mostra que 43% das brasileiras ainda não se vacinaram contra o vírus e 17% não sabem que o HPV pode ser sexualmente transmitido.

A infecção por HPV está associada ao câncer de colo de útero e com outras neoplasias genitais na mulher. Nos homens o vírus se relaciona ao câncer de pênis e reto e também está associado a neoplasias como de orofaringe em ambos os sexos.

No Brasil, o Programa Nacional de Imunização (PNI), disponibiliza gratuitamente, a vacinação para adolescentes desde 2014 (meninas e meninos de 9 a 14 anos). O PNI também contempla homens e mulheres imunocomprometidos até 45 anos de idade. Na rede privada, as mulheres maiores de 15, podem se beneficiar da imunização, em esquema de três doses.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Iniciar conversa
Olá! Podemos ajudar?
Olá! Podemos ajudar?