Impropriedade da expressão “violência obstétrica”

O Ministério da Saúde por meio da Secretaria de Atenção à Saúde (Departamento de Ações Programáticas Estratégicas) publicou no último dia 3 de maio, documento que atesta a impropriedade da expressão “violência obstétrica” no atendimento à mulher, pois acredita-se que, tanto o profissional de saúde quanto os de outras áreas, não tem a intencionalidade de prejudicar ou causar dano. Leia o documento na íntegra aqui.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *